Chamada a Cobrar… II

Padrão
Para ler a 1ª parte desta história, clique aqui.

1º de Fevereiro – 4ª Feira de Cinzas

Hora: 20′ 40”

– Alô, aí é da Polícia Rodoviária Federal?
– É sim. O que deseja?
– Aqui é o Ângelo, de Belo Horizonte. Eu gostaria de me informar sobre um possível acidente…
– Pode falar, senhor.
– Sabe me informar se houve algum acidente hoje, do tipo engavetamento de uns 04 carros mais um ônibus, ou uma carreta, na BR próxima de Juiz de Fora, por volta das 17, 18 horas?
– Um momento que vou verificar, senhor.
….
….
….
– Não… é Ângelo, né? Não houve nenhum acidente deste tipo neste trecho.
– E é possível verificar para mim se há algum “Tenente Coronel Saldanha” na corporação?
– É possível sim, só um momento.
….
….
….
….
….
….
– Olha, senhor Ângelo, não há nenhum TENTENTE CORONEL aqui na Polícia Rodoviária não, muito menos de “nome” Saldanha… O senhor deve verificar isso, provavelmente foi um trote ou alguém tentando aplicar algum GOLPE.

Golpe

“[…] provavelmente foi um trote ou alguém tentando aplicar algum GOLPE.”

– The End –

Pessoal,

Muitos de vocês desconfiaram de trote, outros acertaram na mosca a tentativa de golpe. Resolvi relatar aqui o ocorrido com minha família pois este tipo de golpe está sendo muito comum. Na maioria das vezes, o “policial”, ou “bombeiro” que telefona a cobrar, depois de já ter enganado a pessoa ao falar do acidente, geralmente envolvendo parentes ou cônjuge da vítima (pessoa que recebeu a chamada a cobrar), revela ser na realidade um seqüestrador, e tentará extorquir tudo quanto possa da pessoa.

Tudo mentira, claro. De acordo com a Polícia, este golpe está partindo de dentro de presídios, e a recomendação é de desligar imediatamente o telefone.

Não tivemos maiores problemas, afinal, estávamos todos em casa, não temos parentes em Juiz de Fora, e os tios que moram no Espírito Santo não viajaram para Minas no Carnaval. Isto sem contar nas incongruências e informações divergentes passadas pelo suposto “Polícial Rodoviário”. Mesmo assim, é sempre bom ficarmos todos atentos!

Excelente final de semana a todos!

Beijos,

Ana Letícia.

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s