30 de Março

Padrão
Como não poderia deixar de ser, esta data é acompanhada de feitos e pessoas polêmicas, vamos aos exemplos*:

1814 – A Grã-Bretanha e seus aliados que lutaram contra o exército francês de Napoleão Bonaparte entram em Paris, simbolizando o fim do domínio francês no Continente Europeu.
(Assim como a Dô fará no dia 31/03, amanhã, quando sairá de Londres para invadir Paris…)
1842 – A primeira cirurgia usando anestesia é realizada pelo Dr. Crawford Long, na Georgia, Estados Unidos.
(Nossa, nem quero pensar como eram feitas as cirurgias antes disso…)
1867 – O Secretário de Estado norte-americano, William H. Seward, assina um tratado com a Rússia, comprando o Alaska para os Estados Unidos por US$ 7 milhões. Na época, ele foi ridicularizado pela aquisição; anos depois, foi descoberto ouro e petróleo neste novo estado norte-americano.
(Os que o zoaram antes pagaram língua, heim…)
1870 – É ratificada a Emenda de número 15 na Constituição norte-americana, que dá o direito ao voto para homens negros no país.
(Nossa! Viram como esta data – 30 de Março – é importante? Bacana demais!)
1981 – O Presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, é baleado na capital norte-americana, Washington, por John W. Hinkley Jr.
(Na verdade, Hinkley era um cinéfilo que não suportava as atuações de seu presidente no cinema e resolveu por um fim nessa tortura de uma vez por todas…)
1991 – O Sudão começa a receber ajuda externa para aplacar a fome de 7 milhões de pessoas, vítimas do fracasso das colheitas. O número de mortos nunca foi esclarecido.
(Nossa, sem comentários.)
1995 – O Papa João Paulo II lança a 11º encíclica papal na qual condena o aborto e a eutanásia como crimes que nenhum ser humano pode legitimar.
(Lembro que houveram muitos protestos e passeatas contra esta encíclica e o posicionamento da Igreja… Acho melhor não me posicionar aqui pra não causar mais polêmica.)
1998 – Judy Buenoano, conhecida como “Viúva Negra”, é executada na cadeira elétrica na prisão de Starke, na Flórida. Ela foi condenada pelo assassinato do marido, do filho paraplégico e pela tentativa de assassinato do amante.
(Cruzes! Que horror!)
1999 – Um júri, em Portland, Estados Unidos, ordena que a empresa Philip Morris pague US$ 81 milhões à família de um homem que morreu de câncer no pulmão após fumar cigarros Marlboro durante quatro décadas.
(Taí uma decisão muito importante da Justiça… Foi por causa deste precedente histórico que todos os cigarros agora vêm com aquelas fotos horrendas no verso da caixa. Tipo: “Não digam que eu não avisei.”)

Bom, mas o fato mesmo mais importante, mais relevante para o Mineiras Uai sobre o dia 30 de Março foi o nascimento de uma pessoa não menos interessante, polêmica e controvertida que todos estes fatos narrados acima… Uma pessoa que é capaz de contagiar a todos com suas palhaçadas, declarações e jeito inconfundível de ser…

Donária!

Seu nome não existe no dicionário de nomes próprios, mas temos nossas crenças que pode ter se originado do latim “donátus“, ‘dado, que recebeu como presente, gratificado, recompensado’, ou ainda uma variação para nome próprio de “donaire“, graça no manejo do corpo, no andar etc.; distinção, galhardia, garbo; atitude de graça e gentileza; gesto distinto, garboso; expressão espirituosa ou picante; gracejo, pilhéria; qualquer enfeite ou adorno usado pelas mulheres; do latim “donarìum“, ‘donativo’ ou em latim “donarìa“, o ‘lugar onde se depositavam as oferendas’; o vocábulo era muitas vezes usado com os adjetivos grande ou bom, segundo o Houaiss.

Mas numa forma mais coloquial, eis o que significa este nome:

D oidinha, né? Como ela não existe igual!
O bjetiva. O que quer, consegue! Sonho para ela não fica no papel.
N otável. Vocês já a imaginaram lá em Londres? O que apronta, o que faz, o que conhece… De Cipotânea para o mundo, foi só cruzar o Atlântico.
A miga sem igual. Quem conhece se apaixona por ela, pela sua vida, suas histórias.
R omântica, Rogério? Ou roqueira, no sentido de gostar de vários ritmos de música, gosta de dançar e rir da vida! Menos de Axé, né amiga?
I rreverente, sempre com suas piadinhas e tiradas infames.
A legre demais. Claro que uns momentos de tristeza sempre existem, mas por onde passa ela irradia alegria.

E se fizessem um clone desta Dô, ao seu nome acrescentaríamos um S, de Sininho, conquistando sua Terra do Nunca e o coração de Peter Pan…

Realmente, é impossível se falar da Donária desprovido de qualquer adjetivo ou superlativo. Ela nem tem noção da falta que faz aqui em BH, especialmente neste blog. Mas não falemos disso hoje.


Dô, parabéns pelo seu aniversário, que ele seja repleto de felicidade, harmonia e amor, que você continue conquistando tudo o que você deseja!

Dô2

Beijos,

Mineiras, Uai!
Ana, Lú e Bela.


*Fonte: Terra.

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s