Dodô dodói!

Padrão
Oi meus amores! Só passei por aqui para dar uma satisfação, sobre o meu desaparecimento, para os meus fãs…rs!
Sei que não estou sendo boazinha e postando nos dias corretos! É que, ah sei lá, prefiro escrever quando estou com vontade!
Bom, hoje não tenho condições de escrever sobre nada, a não ser sobre a minha garganta que está com duas bolas gigantes, lotadas de catarro, não consigo comer e nem beber nada, porque dói pra cacete, minha cabeça está estourando, estou com febre interna, externa, e por todos os lados e parece que eu apanhei da Uma Thurman no filme Kill Bill (Quentin Tarantino) de tanta dor no corpo. E se eu continuar escrevendo é capaz de vomitar em cima desse teclado. Para melhorar a situação, nem tenho colo de mãe por perto e nem de pai e nem de ninguém!
Se alguém tiver uma receitinha que é tiro e queda, por favor me ajudem…eu estou morrendo ….preciso de ajuda e de muito carinho e de muito mimo!
Relação de medicamentos consumidos por mim, desde segunda-feira:
– Azi tromicina ( esse antibiótico dá uma azia desgraçada);
– Chá de: limão com mel, mel com limão, mel com própolis, só própolis, camomila…
– Paracetamol (o comprimido fere a garganta da gente de tão gigante, um horror);
– Já tentei tirar as placas com um algodão molhado com água morna e sal. Mas não adianta eu tiro e depois de uma hora elas se quadriplicam.
– Água quente com alho e mel….o pior, eca (esse nunca mais).
Não sei não, mas acho que a minha garganta é alérgica a todos esses remédios.
Preciso de ajuda!
Gastei todas as minhas forças escrevendo, não aguento mais! Prometo que semana que vem escrevo um testamento com fotos, piadas, poesias, dramas e tudo mais!
Bjoca da Dôdói!
Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s