Pegando um gancho…

Padrão
Pegando um gancho nos post desta semana da Lê e da Dô, que escreveram sobre amor e viagem, resolvi contar sobre minha ida à Brasília neste feriado de 07/09, mistura de passeio com namoro!

Mas não vão achando que contarei tintim por tintim…

Na outra viagem conheci muitos lugares legais, culturais, religiosos, e até badalados, como os bares do Pontão. Desta vez os passeios foram mais nos shopping, com direito a jato de água para refrescar e sorvetes, e nos bares do lago, pegando uma brisa…

Lá ainda está tendo Exposição Agropecuária, sendo que no final de semana passado Daniel, Rick e Rener, Bruno e Marrone animaram a galera, e no próximo terá Ivete e J Quest. Quem animar ainda dá para pegar um vôo e chegar lá à noite! Quem me dera…

Sendo feriado nacional, uma das minhas pretensões era assistir ao famoso desfile de 07 de setembro. Desfile? Sol? Multidão? Que isso!!!

Caiu por terra minha vontade de ver tudo ao vivo e à cores. Ninguém merece ficar em pé, num sol de rachar, no meio de uma enorme multidão, tentando assistir um pedaço do desfile, ou ver um cavalinho sequer. Barulho dos carros e aviões cortavam a cidade. O melhor mesmo era assistir pela TV. Minha mãe, como boa patriota, assim que cheguei a BH perguntou: e o desfile? E eu: decepcionada!

Mas tirando isso, a viagem foi ótima! O triste foi a hora da partida… É sempre assim, um choreiro sem fim!

Tentei me controlar mais, e até consegui!!! (palmas)

Mas ao entrar no bus, uma menina que viajou do meu lado disse: há um ano e meio venho fazendo essa viagem para encontrar meu namorado (e ele vice-versa), mas não tem jeito, a hora da partida é sempre assim.

Na verdade, também foi engraçado partir. Na rodoviária tinha um tanto de casal e no final, todas as namoradas entraram no bus e os homens ficaram na plataforma.

– Brasília realmente é a cidade dos homens! (disse meu namorado)

Vim no caminho rindo desse comentário e lembrado de outra viagem que fiz para Fortaleza/CE. Quem já foi lá deve ter conhecido a Ponte Metálica, lindo cartão postal! Lá era o antigo cais e por baixo dela tem a ponte original na qual estão escritos vários recados que os marinheiros deixavam para suas esposas que ficavam em terra.

Deu para comparar? O mundo mudou: agora são as mulheres que partem para terras distantes, enquanto os homens ficam à espera de um reencontro (pelo menos em Brasília!)

Quem nunca namorou à distância dever ter a oportunidade de experimentar, confesso que é difícil, bate uma saudade louca… mas o reencontro é maravilhoso!!!

No mais, Gerais

Beijos Lú

P.S.: amanhã é sabadão, não fiquem chocando jacaré, firmem o corpinho e cara na rua!

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s