Arquivo da categoria: Receitas

Receitinha: Torta “Banoffee”¹

Padrão

Certa feita, 4 pessoas apaixonadas por comida gostosa se sentaram para conversar sobre… comida! O resultado, muitas receitas trocadas, novas amizades feitas e muita água na boca e ideias na cabeça!

Num recente encontro deste tipo fui apresentada por um amigo do Paraná para a Torta Banoffee – segundo a Wikipedia², o nome vem da junção das palavras banana + toffee. No exato momento em que ele me contou sobre a receita, fiquei interessadíssima em testar, pela sua facilidade e potencial para ser deliciosa!

Dito e feito. Levei a tal Banoffee Pie a uma festinha na casa de uma amiga e não sobrou nem migalha para contar história!

Dizem por aí que as coisas boas devem ser compartilhadas… Assim, segue a receita!

Banoffee_1Ingredientes:

– 1 pacote de 335g de biscoitos amanteigados (usei da marca Bauducco, mas podem ser facilmente substituídos por biscoito de maizena, biscoito “Maria”, e por aí vai);

– 3 colheres de sopa de manteiga derretida (usei a com sal, mas pode ser substituída pela manteiga sem sal);

– 500g de doce de leite;

– 5 ou 6 bananas nanicas (em MG chamamos de banana “caturra”) firmes e maduras;

– 500 g de creme de leite fresco;

– 2 colheres de sopa de açúcar. Banoffee_2 Modo de fazer:

Para a massa (base da torta), triture os biscoitos num processador (ou liquidificador) e, numa vasilha, despejar sobre a farinha de biscoitos a manteiga derretida. Amassar com os dedos até ficar com aspecto de farofa. Despeje a mistura na forma que irá utilizar (pode ser de aro removível, ou um refratário de louça ou vidro, ou até mesmo em taças individuais) e pressione a massa, forrando todo o fundo e os lados da forma. Levar ao forno quente por aproximadamente 7 minutos³.

Recheio:

1ª camada: Sobre a massa já fria, despeje o doce de leite, que pode ser feito em casa (leite condensado na panela de pressão).

2ª camada: Pique as bananas em rodelas, e cubra o doce de leite. banoffee_6 3ª camada: Chantilly. Para fazer o creme de leite fresco virar chantilly é muito simples, porém há algumas regrinhas a serem seguidas…

Primeira regra: o creme de leite tem que estar bem geladinho, assim como as espátulas e a tigela da batedeira. Sendo assim, cuide para que estes itens fiquem na geladeira ou congelador desde o início da montagem da torta. Dito isso, bata o creme de leite fresco e junte o açúcar aos poucos.

Aí vem a segunda regra do chantilly: não bata durante muito tempo, pois a mistura pode desandar e virar manteiga! O segredo é: quando formar picos firmes (parece claras em neve), desligue a batedeira imediatamente e o chantilly estará pronto!

–> Despeje o chantilly por cima da torta, ajeitando com uma espátula. Caso prefira, pode usar um saco de confeitar. Cubra toda a banana com o chantilly.

4ª camada (opcional): cacau em pó (ou chocolate em pó) polvilhado por cima, ou ainda, raspas de chocolate meio amargo salpicado, ou, se preferir, canela em pó.

Mantenha a torta na geladeira até o momento de servir.

banoffee_6Ana.

_____________________________________________

¹ Também conhecida como Banoffee Pie, Torta Banoffee, Banoffi ou Banoff .

² http://en.wikipedia.org/wiki/Banoffee_pie

³ Fiz a receita duas vezes: da primeira, levei a massa ao forno, e da segunda, não. Em ambas ficou delicioso, porém o detalhe do forno faz com que a base fique mais firme. Entretanto, não é obrigatório, pois não altera no sabor final da receita.

Se for montar em taças individuais, sugiro que não leve ao forno a massa, a não ser que a forminha seja resistente a calor – neste caso, é possível que o tempo para assar seja diminuído. Portanto, não custa ficar de olho para não queimar!

*** Todas as imagens foram retiradas do Google, e se clicar nelas, serão redirecionados para os links originais. Não deu tempo de fotografar as minhas tortas, pessoal comeu antes! 🙂

 

Anúncios

Muffins

Padrão
Cupcake

Ontem testei a receita do “Whole wheat banana nut muffin“, que encontrei no “How to eat a cupcake“. Vira e mexe entro naquele site e fico babando nas receitas todas, já que olhar não engorda né?

Tive que mudar um pouco, pois me deparei com algumas situações adversas: falta de nozes em casa, ovo muito pequeno, bananas meio pequenas e não muito maduras, e o desconhecimento do que viria a ser “cramberries” (provavelmente alguma frutinha maravilhosa que não existe aqui no hemisfério sul), tendo que usar a boa e velha uva-passa no lugar. Quem não tem cão, caça com gato!

No final das contas, ficou delicioso e fez muito sucesso por essas bandas de cá! Além do mais, é saudável, integral, feito com fruta e não compromete a dieta.

Mas, vamos ao que interessa: a receita!

Muffin Integral de Banana com Amêndoas e Passas
(Rendimento: de 10 a 12 muffins.)

– 1/3 xíc. leite
– 1/4 xíc. óleo
– 1 ovo
– 1 1/2 xíc. farinha de trigo integral
– 1 xíc. farinha de trigo branca
– 1/2 xíc. açúcar mascavo
– 2 colheres de chá de fermento em pó
– 1/2 colher de chá de sal
– 1 xíc. bananas amassadas (mais ou menos 2 médias)
– 1 colher de chá de essência de baunilha
– 1/3 xíc. de uvas-passas
– 1/3 xíc. amêndoas ou nozes levemente torradas e grosseiramente picadas
– Cobertura Streusel, opcional (receita abaixo)

1) Pre-aqueça o forno em 200°C.
2) Faça a receita da Cobertura Streusel, reserve.
3) Unte com margarina de 10 a 12 formas próprias para muffin, de metal ou cerâmica, polvilhando farinha de trigo branca para não agarrar. Reserve.
4) Numa tigela grande, bata leite, ovo, óleo e as bananas amassadas. Vá juntando as farinhas, o açúcar, o sal, a baunilha, e por último o fermento em pó. A massa vai ficar bem consistente. Incorpore as passas e as nozes (ou amêndoas) picadas, misture bem, mas sem bater. Divida a massa igualmente entre as forminhas de muffin. Por cima da massa, despeje 1 colher de sopa de Cobertura Streusel, se for usá-la, em cada forminha.
5) Asse durante 20 a 25 minutos, ou até ficarem marrom-dourados. (Este tempo varia muito de forno pra forno, portanto, não se esqueça de testar com um garfo no meio do muffin: se sair limpo, está assado!)
6) Após tirar do forno, espere uns 5 minutos para desenformar. Caso esteja usando forminhas de papel dentro das de metal (ou cerâmica), desenforme imediatamente.

Cobertura Streusel

– 1/4 xíc. farinha de trigo branca
– 1/4 xíc. açúcar mascavo
– 1/4 colher de chá de canela em pó
– 2 colheres de sopa de margarina

Numa tigela média, misture a farinha, o açúcar e a canela. Corte em cubinhos a margarina e usando um batedor vá misturando tudo até incorporar bem, virando uma espécie de farofa crocante.

Observações: Confesso que ao bater, achei a massa do muffin um pouco consistente demais, parecendo massa de pão. Isso pode ter relação com vários fatores: clima muito seco, leite desnatado (pois não tinha do integral em casa), a banana era “prata” e não estava muito madura, etc. Então tive que aumentar, no “olhômetro”, um pouquinho a mais de leite (cerca de 2 colheres de sopa a mais) e de óleo (mais ou menos 1 colher de sopa a mais também). O açúcar mascavo daqui de casa estava meio compactado, então creio que coloquei 3/4 de xícara ao invés de apenas 1/2 xícara. Mas mesmo assim, depois que bati, a massa ainda ficou bem consistente. Depois de assado, o muffin ficou perfeito! Massa boa, macia, na saborosa, na consistência e umidade certas!

Espero que testem e gostem da receita! Eu recomendo.

Ana.

Para ver mais fotos, clique aqui.
Para ler a receita original, clique aqui (em inglês).
Para dúvidas, deixe um comentário ou mande e-mail para falecom.mineirasuai@gmail.com.

Prato visto de cima

Broa de Fubá

Padrão

Broa de Fubá

Vocês pediram, minha mãe permitiu, e eu publiquei a receita:

BROA DE FUBÁ CREMOSA

Ingredientes:

  • 4 ovos
  • 1 copo de fubá (200 g)
  • 1 copo (200 g) de queijo ralado (canastra, meia-cura)
  • 1/2 copo de coco ralado (mais ou menos 50 g)
  • 1 copo de açúcar (200 g)
  • 1 copo de óleo de soja (200 ml)
  • 1 copo de leite frio (200 ml)
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 3 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa bem cheia de fermento em pó
  • Açúcar refinado e canela em pó para polvilhar a gosto.

Numa vasilha, misturar o queijo e o coco ralados, junto ao fubá. Reservar.

No liquidificador, bater os ovos com óleo, leite, farinha de trigo, açúcar e sal. Despejar na vasilha com os secos (queijo + coco + fubá) e misturar bem. Por último, acrescentar a colher bem cheia de fermento em pó à massa.

Despejar tudo num tabuleiro retangular médio, untado e enfarinhado.

Assar por 30 a 40 minutos em forno pré-aquecido a 180ºC.

Misturar o açúcar refinado com a canela em pó e polvilhar em cima da broa já assada, antes de servir.

**********************************************************************

Não é fácil? Experimentem e depois me contem o resultado!

Ana Letícia
@analeticia