Idiossincrasias

Padrão

Manias, excentricidades, extravagâncias, esquisitices. Todos nós possuímos algumas e são elas que nos distinguem das outras pessoas, pois cada um tem sua maneira própria de ver, sentir, e expressar sentimentos e emoções.

Enfim, as “Mineiras, Uai!” foram desafiadas pelo Jerico e pela Elayne a escrever cinco de suas manias, e é esse desafio que viemos cumprir agora! Então, prezados leitores desavisados, preparem-se, pois revelaremos aqui e agora, em primeira mão, sem pudores ou vergonhas, as nossas maiores e/ou piores manias!

Bela

1- Roer unha no cinema

Não tem jeito. Seja qual for o filme, eu sempre saio do cinema com cotocos de unha. O cinema é um entretenimento tão grande para mim que me deixo envolver totalmente pela história. Se estiver assistindo um filme policial, rôo as unhas de nervosismo; se for um suspense, de ansiedade; assistindo um romance, de emoção; e se o filme for ruim, então, é até pior, rôo as unhas por puro tédio!

2- Fazer barulho com o canudinho

Sim, minha mãe me ensinou que isso é falta de educação, mas adoro fazer barulho com o canudinho sorvendo aquelas últimas gotinhas do copo. Eu, perder uma gota de coca-cola? Nem pensar, seja falta de educação ou não!


3- Usar mil e um produtos pro cabelo

O texto publicado no dia 15 de março não é mentiroso: eu passo sim pré shampoo, shampoo, pós shampoo, condicionador, protetor térmico, silicone e pomada nos cabelos todos os dias. Sei que é uma perda de tempo e de dinheiro considerável, mas é uma mania, uai! Assumo mesmo…


4- Conferir o meu e-mail quinhentas vezes por dia

Amo receber e-mails. Amo ter notícias dos meus amigos. Amo receber textos interessantes, a programação do Palácio das Artes, a frase do dia do site Evene, e todo aquele lixo virtual que tem a prerrogativa de me distrair do meu trabalho!


5- Escrever bilhetinhos para o meu namorado

Eu acho muito gostoso mandar um monte de bilhetinhos para o meu amor! Gosto de escondê-los na carteira, no chocolate, no bolso, para ele achar de surpresa e não esquecer nem um minuto como ele é especial para mim! Também adoro procurar papeizinhos diferentes e divertidos para escrever os bilhetes, incrementando-os com adesivos de sapinhos ou corações! Ah, essa até que é uma mania bonitinha!


Ana

1-
Porta Aberta

Sim, crianças. Tenho mania de fazer tudo com a porta aberta: xixi, número 2, me arrumar, tomar banho, trocar de roupa… Vixi, nem sou novidade mais pros vizinhos… Coisa feia, né? Mas o que eu posso fazer? Meus pais também têm esta mania, e numa casa com mais 2 homens (meus irmãos), esta mania provoca brigas homéricas!

2- Café

Não adianta. Até o meu médico já falou que preciso evitar tomar café. Minha gastrite reclama, mas se eu não tomar café preto, com adoçante, de manhã, na hora que eu acordo… Sai de baixo!

3- Musicar

Eu tenho esta mania, que aprendi com minha mãe quando eu era criança, mania que ela e meus irmãos também têm até hoje! É assim: a gente pega qualquer palavra que vem na cabeça e canta uma música conhecida, mas encaixando só aquela palavra na melodia da música. A primeira vez que eu cantei assim na minha vida foi a música “Atirei o Pau no Gato”, só que com a palavra “mamãe”. Entenderam como? Não? Ah… é coisa de maluco mesmo!

4- Batom

Não tem jeito. Só consigo sair de casa se for com a boca colorida. Eu tive um batom da “Fina Flor” que fiquei encarnada váááários anos, todas as minhas amigas me zoavam porque eu só usava aquele batom… Tentei mudar, e agora tenho usado um do Boticário. Mas tenho vários outros também, brilhos, gloss, de todos os tipos e cores.

5- E-mail, blog…

Perco horas do dia na internet… É uma mania, um vício, sei lá o quê! Mas todos os dias eu confiro meu e-mail pessoal, o e-mail das “Mineiras, Uai!”, se tem novos comentários no blog, ou no flickr das “Mineiras, Uai!”, ou no meu flickr pessoal… Ah é! E sempre deixo uma janela aberta no PC o tempo todo com o meu gmail, então assim que entra mensagem nova, eu fico sabendo! Haja vício…



1- Dar 3 espirros de manhã cedo

Mas são 3 mesmo, nunca 4 ou 2. Eu não gosto de espirrar na rua, ai me acostumei a fazer isso, é ritual. E meu irmão mais novo sempre me enche o saco por causa disso. Mas já virou mania há mais de 10 anos.

2- Escovar os dentes segurando na cintura

Até parece que meu corpo vai cair. E em seguida lavo o rosto sem respirar, com o nariz tampado. Nem jogo tanta água no rosto, mas não consigo mudar esse jeito.

3- Banana e ovo

Não comer banana ou ovo à noite, porque segundo a minha teoria: “dá sonhação”. Meu namorado disse que nunca ouviu essa palavra, já ouviu pesadelo, sonho ruim, mas “sonhação” não. Diz ele que é coisa que inventei e não tem jeito de eu mudar.

4- Nomear a mamãe

Mania de chamar minha mãe de vários nomes ou palavras que vêm à minha cabeça, diferentes de mãe ou mamãe. Às vezes a chamo de nomes de países, tipo Itália ou Madagascar (e olha que ela nunca saiu do Brasil); ou chamo de nome de fruta; ou de algum acontecimento que passou na TV, tipo Tssunami, Titanic; ou invento qualquer nome: ela chama Ana Janete e eu grito Florença, Maria, Pipoca, Xuxuca, o que vier na mente.

5- Aquilo roxo

Calma gente! É mania de só comprar escova de dente, chinelo e pijamas ROXO, LILÁS, ou cor semelhante. Isso desde pequena, raramente eu compro de cor diferente, a não ser que não tenha pra vender.




1-
Sininho

Sempre “viaja” achando que é a Sininho e que vive na Terra do Nunca… Para a Dô, o melhor final para a história do menino que não queria crescer era se ele acabasse fazendo um par romântico com a fadinha do pó de pirlim-pimpim.

2- Brigar com a irmã

Todos os dias briga com a irmã, por qualquer motivo, só pra não perder o costume.

3- Meu nome é Maria!

Falar que se chama Maria e não Donária quando vai numa boate ou local barulhento, pois o nome é mais simples e todos entendem mesmo com o som alto.

4- Desobedecer o Hênio

O Dr. Hênio é um dos donos do escritório que trabalhávamos, e ele sempre foi muito sistemático e certinho, mas uma pessoa muito boa e prestativa também. A Donária sempre NÃO fazia algo que ele pedia pra ela, só pra irritá-lo e todos os dias ela morrer de rir com o:

– Donáááááááriaaaa! (Era o Hênio gritando e se irritando todos os dias com ela…).

5- EUA, Canadá, Austrália, Nova Zelândia…

A Dô sempre teve mania de achar (e falar) que a vida dela não era no Brasil. Já pensou e fez de tudo pra ir morar nos EUA, Canadá, Austrália e até Nova Zelândia! Não conseguiu ir pra estes lugares, mas tanto fez que agora a danada acabou indo morar em Londres! Será que ela volta?

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s