Acaso

Padrão

Estava eu sábado no Bar do Doca da Rua Montes Claros, em um reencontro com um amigo que veio da França para passar o Natal aqui com sua família…
Eis que surge uma figura exótica, distribuindo umas folhas de papel.
Chegou perto de mim, me entregou a folha, e então eu li, escrito à mão, na folha “xerocada” (queria escanear pra vocês verem, mas não consigo botar o bicho pra funcionar aqui em casa):


REALIDADE NORDESTINA
(Autoria… Genecy Santana)

Eu saí de lá da roça
Por querer vida melhor
Naquela seca arretada
Do meu povo tive dó

O que tava no meu peito
Só Deus sabe só eu sei
Quando olhei a plantação
fiz de duro mas chorei

As cacimbas se secaram
Riachos não corriam mais
Homens perdidos vagando
Entre os caatingais

A assombração de lá saiu
Não restou nem lobisomem
O que assombrava o povo
Era o fantasma da Fome

Obs: Não tenho nenhuma renda p/ sobreviver, estou vendendo meus poemas.
O valor é o que você puder. Obrigado.

Ass… GENECY SANTANA de Bocaiúva, Norte de Minas.

Legal, né? Prometi-lhe um post aqui no blog, passei endereço e tudo. Seus olhos brilhando posso ver até agora, de felicidade por ter seu trabalho reconhecido. Me disse que possuía orkut, mas procurei e não encontrei. Digitei seu nome também no google, até achei esta página, do Jornal Tribuna Livre. Mas entrei nela e só dá erro. Chato, pois queria saber mais de sua história.

Mas o Brasil é assim, esta é a nossa realidade. Diversidade, criatividade, felicidade com pequenas coisas… E assim a gente vai levando a vida, se encantando, se emocionando, enfim… vivendo!

Beijos a todos

Ana Letícia

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s