"AH, AH, AH, AH, AH, MAS EU TÔ RINDO À TOA…"

Padrão
“Não que a vida esteja assim tão boa,
Mas um sorriso ajuda a melhorar…ah, ah, ah, ah”

Claro que a vida é boa, é ou não é?
E para melhorar a vida da gente, contamos com a ajuda de eventos muito legais, como foi a final do “Comida de Buteco” que noticiei para vocês no meu último post. Gente, simplesmente, estava MARAVILHOSO!

Já tinha ido em outros eventos na Casa do Conde, como o Bazar do Cem e shows, mas nenhum foi igual a este. Ao entrar, imaginei que eu estivesse numa típica festa do interior (êta, que daqui há alguns dias estarei no Forró de Curvelo!). Aquelas barracas arrumadinhas, comidas e bebidas típicas dos butecos mineiros, gente bonita, bota, calça jeans e casaco. Um friozinho que esquentava com pinga… que noite!

Apesar de ser véspera de dia dos namorados, nenhum solteiro se deu ao desprazer de ficar em casa sábado à noite, com dor de cotovelo. Resolveram sair de casa, e isso que animou a festa: bandas tocando nos ritmos de samba, forró, chorinho… na boate, ops, na danceteria (como estava escrito na faixa) só músicas legais, mais antigas, nada de techno, dj Paco Pigalle fez a festa (quem numa freqüentou o Paco?). Só musicão!

Pela emplogação deste relato já viram que a festa estava ótima! Tanto estava que eu só tinha comprado ingresso para sábado e acordei no domingo pensando: vou ou não vou? Fui! Já estava lá com minha irmã Ju e amigas Lets, Carol e Lu pequena. A Flávia, Claudinha e Lu prima que foram no sábado não voltaram no domingo. Estão vendo o tanto de Lu que tem na minha turma? Até brincamos com um carinha que metade da turma chamava Lu e a outra Carol, hilárico!

Agora vou dizer: sábado tinha muita gente bonita, mas muita mesmo, tanto homens quanto mulheres. A Flávia disse que nem podia ficar olhando muito para os lados de tanto homem bonito que tinha, então as solteiras de plantão paqueraram mesmo! Só não paquerou quem não quis! Domingo o pessoal estava diferente, meio misturado, mas na mesma animação.

E quantas comidas legais… pé de porco com não sei o quê, frango com catupiry e batata sotê, pastel de lingüiça, espetinho com queijo, caldos, macaxeira com carne de sol e molho, pernil com batata e molho rosê, ixi… um tanto de coisa que nem lembro… sei que eram 31 pratos diferentes e para experimentar todos, só mesmo participando do evento nos três dias (esse é o meu objetivo do ano que vem). E ainda vieram barracas convidadas de Brasília, São Paulo e Rio. Muito legal!

Gente bonita, gente diferente, até um alemão conhecemos por lá. Encontrei vários conhecidos, meus amigos de faculdade – Denis, Rafa e Moema, os meninos de Curvelo – Dolfinho, Henrique e Sadan, a turma do Jaraguá – Léo, Clebin e Afonsin, as meninas do carnaval – Lú, Carla e Robertinha, do colégio – Gui e Érico, além dos perdidos de turmas Thaís, Lu, Eric, Gisa, Augusto, Cris… muita gente.

Amei mesmo!!! Ano que vem, com certeza, estarei lá. A gente se esbarra!

Beijos Lú

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s