Receita para um bom final de semana

Padrão

Junte um punhado de saudades com muito amor, misture bem e reserve durante, aproximadamente, 20 dias.
Passado o tempo, junte a esta mistura um pouquinho de cansaço, dias surreais de tã oestrnahos, micos relembrados e expectativa de um feriado. Bata bem e coloque para assar em forno bem quente! Para fazer a calda, acrescente morangos, chocolates e beijos bem saudosos numa panela e mexa sem parar.
Eu “agarantcho”!

*********************

Comida Caseira

Agora é sério, aí vai uma receitinha básica de comidinha caseira que eu faço, e que é o maior sucesso por essas bandas de cá, aos sábados ou domingos:

Fusilli ao molho de manjericão

Para a massa:
– 1 pacote de macarrão tipo fusilli (ou parafuso) – de boa marca, eu prefiro a Barilla, italiana.
Cozinhe o macarrão como de costume, no caldeirão com bastante água, o suficiente para encobrir toda a massa. Não se esqueça de colocar uma pitada de sal na água (lembre-se: óleo na água do macarrão não dá certo). Quando a massa estiver “al dente”, escorra bem – guarde um pouco da água do cozimento, não desperdice – e deixe alguns minutos sob a água corrente (fria) para parar o cozimento. Se você não fizer isto, a massa vai continuar quente e grudar, fica horrível.
Para o molho:
– 1/2 molho de manjericão fresco lavado e picado
– 5 tomates bem maduros picados em cubos, grosseiramente
– 2 colheres de sopa cheias de extrato de tomate (ou meia caixa “longa vida” de purê/poupa de tomate)
– 1 cebola pequena picadinha
– 1/2 cabeça de alho picadinho
– 1 colher de sopa de azeite de oliva
– sal e pimenta do reino a gosto
Numa panela grande, refogue a cebola picada no azeite, quando ela começar a murchar junte o alho picado (além disso, eu acrescento também uma pitada de massa de alho e sal, para apurar o sabor) mexendo até dourar. Junte os tomates picados, espere que murchem um pouco, acrescente o extrato de tomate e 1/2 copo da água que cozinhou o macarrão, misturando bem. Deixe o fogo no médio baixo, tampe a panela por uns 5 minutos. Destampe e verifique a consistência do molho. Ele não deve ficar nem muito aguado nem muito seco. Se achar necessário, acrescente mais um pouco da água do cozimento do macarrão. Prove para ver a acidez. Se o molho estiver muito ácido, acrescente uma colher de café de açúcar, e depois, corrija o sal. Mantenha a fervura, regulando o fogo.
Finalização:
Na mesma panela em que cozinhou o macarrão, aqueça 3 colheres de sopa de azeite e 1/2 cabeça de alho picado mais uma pitada de sal ou massa de alho e sal. Junte o macarrão cozido, mexendo sempre, com cuidado para não queimar, somente até esquentar, acrescentando o azeite sempre que julgar necessário.
Antes de levar para a mesa, acrescente ao molho de tomate o manjericão picado.
Sirva o molho bem quente sobre a massa ao alho e óleo!

********************

Dica de cineminha para alegrar qualquer final de semana:

1) Star Wars – Episódio III: é muuuuuuuito bom, o melhor dos 6 filmes, sem sombras de dúvidas. Qualquer pessoa gosta, sendo fã ou não do gênero ficção científica + ação. Absolutamente imperdível. De preferência no Cinemark, que é a melhor sala de exibição.
2) Os Incríveis: tá bom, eu sei que é animação, mas é legal demais! Agrada a adultos e crianças, é engraçado, os efeitos especiais são impressionantes e divertidos, tem muita ação o tempo todo e o som é magnífico! O DVD já está nas locadoras há um tempão.
3) 13 going on 30 (De repente 30): filmezinho água com açúcar, também está nas locadoras, mas pra quem curte se lembrar do tempo bom, que não volta nunca mais (ANOS 80), é o máximo e rende umas boas risadas!

Beijos a todos,

Ana Letícia.

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s