BANDIDOS VIRTUAIS

Padrão
Galera, todos nós já ouvimos falar dos hackers, conhecidos também como ladrões da internet, bandidos virtuais, invasores eletrônicos e qualquer outro nome parecido com esses, que no final levam à mesma coisa: violação de dados mantidos por meio eletrônico.

Nos últimos dias, jornais (Jornal Nacional) e revistas (Época), dentre outros meios de comunicação têm noticiado sobre os crimes eletrônicos, decorrentes de violação de dados, os quais mantemos em nosso computador e que podem ser descobertos pelo acesso via internet.

Normalmente, o acesso aos sites começam por pura curiosidade, mas depois os adolescentes vão criando artimanhas com o objetivo de descobrir o proibido. Digo adolescentes, porque na maioria das vezes os hackers são jovens de até dezoito anos, curiosamente inimputáveis diante de nossas leis penais.

Mas passando ao que realmente acontece, essa gangue virtual rouba bancos de dados com números de cartão de crédito e informações bancárias, e os utilizam para a realização de compras através da própria internet, causando grandes prejuízos a seu dono. Os hackers que não têm coragem de fazer compras com os cartões roubados, trocam suas informações com outros bandidos por dicas sobre novas vulnerabilidades de sites ou programas. É uma máfia!

Um golpe recente é realizado através de um “suposto” site do SERASA, dizendo que você tem um débito pendente junto à empresa. No mês de novembro passado, eu recebi um e-mail desses e logo desconfiei. Primeiro porque tinha plena consciência de não ter nenhuma dívida, segundo porque fiquei pensando de que forma o SERASA teve acesso ao meu e-mail. E como boa advogada de Direito do Consumidor, sei que antes da inscrição de uma dívida no SERASA ou SPC, o consumidor tem o direito de ser comunicado do fato, com cinco dias de antecedência, o que não tinha acontecido comigo. Nem terminei de ler o e-mail e o deletei.

Fiquei surpresa com a reportagem veiculada no Jornal Nacional, na sexta-feira dia 21/01, mostrando esse site, que na verdade coloca um vírus espião no computador. Ainda bem que sou desconfiada e não sou tão curiosa. Logo deletei tudo.

Mesmo tomando todos os cuidados podemos ser vítmas desses golpes, porque cada dia estamos mais vulneráveis nas mãos dos hackers. Então ai vão algumas dicas:

– Não utilize senhas fáceis de adivinhar ou com menos de oito caracteres, misture letras e números e nunca deixe-as armazenadas no computador;

– Habilite um anti-vírus para que ele verifique todos os arquivos recebidos por e-mail, faça uma varredura regular em sua máquina em busca de vírus e programas maliciosos;

– Só abra arquivos anexados se souber do que se trata, não clique em links enviados com mensagens de propagandas e apague todo e-mail considerado suspeito;

– Os programas de mensagens instantâneas também podem estar infectados por vírus, evite enviar através deles dados confidenciais e mantenha o programa atualizado;

– Limite o uso do computador a pessoas de sua confiança e verifique se todos os usuários utilizam normas de segurança.

No mais, é torcer para não ser vítima dos bandidos virtuais.

Beijos Lú

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s