Giro pelo mundo

Padrão
Pessoal,

Era prá ter postado ontem, mas nem cheguei perto do computador (a não ser prá trabalhar).

Queria escrever sobre tantas coisas, mas no fim acabo escrevendo sobre nada… (Nossa, tô até parecendo a Dô, com preguiça de tudo…).

Mas o problema é que hoje eu recebi um texto por e-mail, muito legal… Não sei quem escreveu, pois não incluíram o autor, mas faz refletir, pensar sobre o mundo e as voltas que ele dá. Sei que isto não é lá muuuuuuito criativo, mas vocês precisa, ler este texto!


“MUDANÇAS”

“O collant virou body

O rouge virou blush

O pó-de-arroz virou pó-compacto

O brilho virou gloss

O rímel virou máscara incolor

A lycra virou stretch

Anabela virou plataforma

O corpete virou porta-seios

Que virou sutiã

Que virou lib

Que virou silicone

A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento

A escova virou chapinha

“Problemas de moça” viraram TPM

Confete virou MM

A crise de nervos virou stress

A chita virou viscose.

A purpurina virou gliter

A brilhantina virou mousse

Os halteres viraram bomba

A ergométrica virou spinning

A tanga virou fio dental

E o fio dental virou anti-séptico bucal

Ninguém mais vê…

Ping-Pong virou Babaloo

O a-la-carte virou self-service

A tristeza, depresão

O espaguete virou miojo pronto

A paquera virou pegação

A gafieira virou dança de salão

O que era praça virou shopping

A areia virou ringue

A caneta virou teclado

O long play virou CD

A fita de vídeo é DVD

O CD já é MP3

É um filho onde éramos seis

O album de fotos agora é mostrado por e-mail

O namoro agora é virtual

A cantada virou torpedo

E do “não” não se tem medo

O break virou street

O samba, pagode

O carnaval de rua virou Sapucaí

O folclore brasileiro, halloween

O piano agora é teclado, também

O forró de sanfona ficou eletrônico

Fortificante não é mais Biotônico

Bicicleta virou Bis

Polícia e ladrão virou counter strike

Folhetins são novelas de tv

Fauna e flora a desaparecer

Lobato virou Paulo Coelho

Caetano virou um chato

Chico sumiu da fm e tv



Baby se converteu

RPM desapareceu

Elis ressuscitou em Maria Rita?

Gal virou fênix

Raul e Renato,

Cássia e Cazuza,

Lennon e Elvis,

Todos anjos

Agora só tocam lira…



A AIDS virou gripe

A bala antes encontrada agora é perdida

A violência está coisa maldita!



A maconha é calmante

O professor é agora o facilitador

As lições já não importam mais

A guerra superou a paz

E a sociedade ficou incapaz…

… De tudo. Inclusive de notar essas diferenças.”



Então é isso!

Beijos a todos,

Ana Letícia

25/01/2005 – Ps.: A AUTORA do texto acima deixou um comentário em nosso blog no dia 22/01/05, no texto da Dô. É a “Deanna Troy”, e o texto foi copiado e modificado e espalhado na net sem a sua permissão. Aí vai o link pro blog dela, o “Leitores Escassos“, e prá quem quiser ler o texto original, cujo nome verdadeiro é “Nada Mudou“, é só clicar aqui.

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s