Sabedoria de Mãe…

Padrão
Há algum tempo atrás, fiquei sabendo que a avó da Goretti faleceu, no alto de seus 102 anos. A Goretti é médica psiquiatra, é amiga e colega de trabalho de meu pai, como Preceptora da Residência em Psiquiatria Infantil do CPP (Centor PsicoPedagógico), da FHEMIG.
Tive a alegria de conhecer a Dona Maria Pena ainda em vida, em sua casa em Belo Horizonte, há uns 08 anos atrás ou mais. Na época, a vivacidade daquela velha senhora muito me impressionou, apesar de já estar um pouco doente, deitada na cama. Mas ela contava casos de sua juventude, que nos prendiam, e eu ficava só imaginando aquela época, e seus olhos tinham um brilho de vida que era impressionante. Imaginem o que é uma “menina” de 16 anos se sentar ao lado de uma pessoa que atravessou 1 século inteiro de vida!? Pura emoção…
Hoje eu li, por acaso, no e-mail de papai um e-mail muito emocionado que a Goretti mandou, e por curiosidade entrei no site de seu irmão, que conta um pouco sobre a história de Itapecerica-MG e sobre a “vó Maria Pena”.
Ela foi pessoa importante em Minas Gerais, a primeira mulher a ser eleita deputada no Estado, entrando para a vida política após o afastamento de seu marido, que também era pessoa pública e influente. Trinta anos antes de falecer, deixou uma carta escrita, endereçada aos filhos, que só poderia ser aberta na ocasião de seu falecimento. Ao ler tal fato, fiquei pensando como uma pessoa pode ser tão forte, e se doar tanto aos filhos, e ao mesmo tempo ser tão serena ao ponto de escrever, de forma maravilhosamente emocionante, sobre sua própria morte.
Este post é uma homenagem à Sra. Maria Pena, que muito significou, e ainda significa, na vida de Goretti, João Maurício, Luíza, Cândido e Ludmila. Mais ainda, uma homenagem a toda a família, que ela tão bem soube criar e passar os valores mais importantes que existem na vida, que é o amor ao próximo, o respeito e a união.
É uma homenagem também a minha avó Aparecida, que criou 9 filhos junto de vovô Ismael, dando-lhes todo o amor e carinho que uma mãe pode dar. Tenho a sorte de tê-los ainda comigo, brindando à vida e à alegria de viver com saúde e harmonia!
É… sabedoria de Mãe…
Um grande abraço a todos,
Ana Letícia.
“Quero um enterro simples aqui, ou onde morrer. O que tiver de ser gasto com a terra, deixem ao Abrigo dos Velhos em Itapecerica. Perdoem-me as faltas cometidas inadvertidamente, levando em conta o muito que os amei, como Mãe, sogra e avó. (…) Que Deus os abençôe, e que em mim possam continuar vivendo, se amando e se integrando.Obrigado,Mamãe.Janeiro de 74, na rua Cícero Ferreira.” (Maria Pena, em 1974)



Vovó Aparecida, ao teclado! (O vovô Ismael não está na foto pois foi ele que fez a fotografia…) Vó pianista e vô fotógrafo… Ô trem bão!
Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s