Será que é pecado?

Padrão

Nem sei por onde começar, mesmo porque nem tem nada de interessante acontecendo na minha vida, ai que tédio! Ah, e pra completar essa situação tão “abençoada”, na segunda-feira eu estava um nojo, de tão mau humorada.
Minha mãe chegou aqui em BH na segunda, por volta de 11:00 h (ela mora na bucólica Cipotânea, como diz a Ana). Quase que eu a engoli, de tanta saudade! Eu e minha mãe temos uma relação de dar inveja, de cumplicidade, amor, fidelidade, uma amizade bem profunda. Minhas amigas até acham estranho, porque eu conto tudinho pra ela, tudinho messsmo!
Pois é, ela chegou, conversamos um pouco, e logo ela me deu a grana pra pagar as contas, enquanto o banco não fechava. Enquanto a “Escrava Isaura” aqui, está no banco pagando luz, telefone, condomínio e faculdades, minha mãe sumiu com a minha irmã pelo centro da cidade afora.

Cheguei em casa com um sorvete pra ela… Cadê a D. Zilah? O sorvete derretendo e eu puta, né! Logo veio um capetinha na minha cabeça e começou: “Aposto que ela está lá, toda feliz com sua irmã!”
Bom, sabe aqueles casamentos que duram de 1 a 2 anos no máximo, e quando perguntamos o motivo da separação, uma das partes afetadas sempre respondem sutilmente: “INCOMPATIBILIDADE DE GÊNIOS”? Acho que eu e minha irmã temos incompatibilidade de gênios, isso explica quanto aos ciúmes.

Detalhe, que minha mãe e minha adorável irmã chegaram em casa quase de noite e lá estava eu, deitada no sofá a tarde toda, assistindo filme, morrendo de fome e escorrendo veneno da minha boca!
Minha mãe chegou perto de mim, toda dengosa: “Quer bananinha amassada com leite, filhinha?” (que é, prá mim, a melhor coisa do mundo). E eu: “Não!” (Mas eu estava morrendo de vontade de aceitar.) Ela ofereceu mil coisas. Quanto mais ela insistia, menos eu respondia, de tanto ódio. Acho que eu estava com vergonha de aceitar. E minha irmã toda sorridente com a minha mãe, contando vários casos.
Alguém já sentiu vontade de dar umas palmadas no bumbum de sua mãe? A noite foi passando e eu queria matar alguém. Acho que queria começar com a fome, mas estava morrendo de vergonha. Minha mãe, já nem dava mais idéia pra mim, só ficava com a minha irmã. E detalhe que ela estava do meu lado morrendo de rir, eu fiquei com uma vondade de empurrar ela pra lá, de tanta raiva. Gente, será que isso é pecado? (Se eu fosse confessar com o Padre Rogério, lá de Cipotânea, ele mandaria rezar 03 Ave-Marias e 1 Pai Nosso que eu já estaria perdoada).

Depois dessa vontade, vi que a situação estava ficando crítica, e logo pensei: “Alguém tem que ceder, como esse papel é sempre eu que faço, lá vou eu mais uma vez.” Só esperei minha irmã dar uma “idinha” no banheiro que pulei em cima da minha mamis, e….calma, calma…a enchi de beijos e comecei a chorar (detalhe, 11 horas da noite). Ela também começou a chorar, e perguntou porque eu estava daquele jeito! Aí, pergutei se ela já sentiu vontade de empurrar, dar umas palmadas na minha vó! Ela disse que sim, e também por causa de ciúmes… Nós rimos muito. Ela me perguntou se eu queria alguma coisa e eu disse que só queria comer, eu estava morrendo de fome!
Detalhe importantíssimo, que quando minha irmã viu aquela cena (eu deitada com minha mami) ela fechou a cara, entrou para o quarto e quase arrebentou a porta…

Ciúmes, ciúmes, ciúmes…

Não dá pra acreditar: eu, com 23 anos, quase formando na faculdade, morando sozinha há 5 anos, sempre trabalhando… e dando esses ataques de pirraça!
Agora já está tudo ótimo…
Bjoca da Dodô!
Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s