"O CONTO DO VIGÁRIO"

Padrão
Quem nunca ouviu falar de alguém que caiu no “conto do vigário”???

Violência armada temos aos montes em todos os cantos do Brasil, mas aplicar golpes como o que eu e a Dô ouvimos ontem não é para qualquer um… ou talvez seja desde que tenha um bobo como sujeito na estória.

Ontem eu e a Dô fomos almoçar num restaurante lá perto do escritório (comida barata e boa) e de repente nos deparamos com uma mulher estacionada com seu carro na contra-mão de direção e chorando muito.

Já estranhei quando a mulher fez uma curva acelerando ao máximo e parou em sentido contrário à mão de direção numa rua de grande movimento. De repente… vimos um aglomerado de pessoas em volta do carro da mulher, e ela a soluçar de tanto chorar.

Segundo o que ouvimos, pois ainda estamos almoçando quando tudo aconteceu, um rapaz chegou perto da mulher e disse que precisava receber um dinheiro através de depósito em conta corrente. Era um dinheiro vindo de uma cidade do interior. Mas estava dando um erro na transferência do dinheiro para a conta dele, e então perguntou à tal mulher se ela não tinha conta corrente em banco e se poderia aceitar a transferência do dinheiro para ele. Depois disso deve ter acontecido mais alguma coisa que não sabemos… mas por fim, a mulher entregou o cartão bancário dela para o tal cara e ele sacou o dinheiro todo da conta dela… pode? Ela estava desesperada!

Saímos do restaurante chocadas: será que essa mulher é tão ingênua que entregaria o cartão bancário a um desconhecido? Será que ela não imaginou que poderia estar nas mãos de um ladrão?

Todos os dias escutamos falar de assaltos, fraudes em contas, e essa mulher ainda caiu nesse golpe???

Segundo a dono do restaurante, talvez o golpista tenha hipnotizado a mulher, será???

Meu pai conta um caso (meu pai é o Juvenal “dos causos”) que um vizinho nosso, há uns 20 anos atrás, caiu num “conto do vigário”. Foi assim: meu vizinho estava no centro de BH (e naquela época o centro não era essa muvuca de hoje) e chegou perto dele um sujeito que dizia ser do interior e que estaria em dificuldades de conferir um bilhete de loteria. Meu vizinho muito prestativo (mineiro é assim acolhedor, amigo…) foi com o tal sujeito na loteria e viu que o cara tinha ganhado uma grana legal. Daí o olho do meu vizinho cresceu e o sujeito, todo humilde, disse a ele que morava no interior, que tinha que ir embora para a casa naquele dia, e que não poderia ficar em BH para esperar a CEF abrir no dia seguinte e, então, pegar o dinheiro. O cara propôs ao meu vizinho que ficasse com o bilhete em troca de qualquer quantia monetária que pudesse arrumar para o sujeito voltar ao interior. Ingênuo…

Meu vizinho foi em casa e pegou as economias que tinha guardado em baixo do colchão e entregou ao sujeito. Não deu outra… era um golpista. O homem ficou com a grana, o bilhete era forjado e meu vizinho perdeu o que tinha!!!

Nossa, escrevendo estes casos já me veio outros na memória, que se fosse contar não caberia neste post.

Por fim, hoje atendi um telefonema para minha mãe de uma mulher pedindo o número da conta corrente dela, dizendo que deveria depositar um dinheiro… Ora, ora, ora. Eu fui até um pouco mal educada com a mulher, mas disse que esse tipo de informação minha mãe não dava por telefone e perguntei então onde minha mãe deveria ir para encontrar com ela. Sabe o que disse? Pode deixar, depois eu ligo. Desconfio…

Gente, existem muitas pessoas sofrendo golpes de bobeira, vamos ficar espertos, os golpistas estão por todo lado (já to lembrando do caso dos rackers que passou no último Fantástico)!

Beijos Lú
Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s