Sangue, Suor e Lágrimas

Padrão
Quem não gosta de esportes? Eu amo, todos os tipos! Já fui atleta, sério mesmo! No colégio era da seleção de vôlei (quem diria, do alto de meus 1,57m) e de handball. Dancei ballet clássico e contemporâneo dos 6 aos 23 anos, já fiz natação, ginástica artística, spinning, musculação, ufa! Então, não é nem preciso dizer que estou amando estas Olimpíadas de Athenas, não é mesmo? Pois é, fico encantada com todos aqueles atletas, no auge de suas carreiras, seus corpos 0% de gordura, as fibras musculares estalando de tão alongadas! E fico imaginando a experiênciade estar ao redor dos melhores do mundo, porque quem vai prá uma olimpíada, é porque passou 4 anos se preparando para isso, e competindo, e treinando… Gente todas as partes do globo, falando diferentes línguas, se conhecendo, tirando fotos, rindo juntas, convivendo por um bom período de tempo num outro país. A maioria nem ganha medalhas, nem sequer vai prá lá para tentar ganhar uma. A maioria está lá pelo simples prazer de competir, pois sabe que não terá chance ao comparar-se com os melhores do mundo. E acho que o nosso problema é querer que o Brasil ganhe sempre, e a pressão em cima de nossos atletas é muito forte.
E o futebol do Brasil que nem se classificou? E olha que para formar um time como aquele não é para qualquer um não! Pois é, pessoal, o país do futebol levou a sua maior delegação para uma olimpíada, e pela primeira vez, uma equipe completa de Ginástica Artística (antiga “ginástica olímpica”), meu esporte favorito de assistir. A plasticiade, a concentração e a força tornam este um dos esportes mais atraentes para os espectadores de jogos olímpicos. Penso que ver pela televisão é melhor que ao vivo, pois vemos a repetição de todos os detalhes, em câmera lenta, a expressão de dor, o olhar compenetrado, o dedinho do pé esquerdo que não estava esticado o suficiente, o dedo mindinho que se posicionou em local inadequado e fez a ginasta cair da trave. (rs) E por falar em trave pessoal, o que é aquilo! São apenas 10cm para as meninas ficarem de pé e darem saltos mortais! Para frente, para trás, com a perna esticada, dobrada, agrupada, enfim, é algo quase que humanamente impossível!
O motivo pelo qual estou escrevendo este texto, é que amanhã, segunda feira dia 23/08, a gauchinha Daiane dos Santos estará competindo por uma medalha inédita para o Brasil. Todos apostam nela, e na sua capacidade de, praticamente, voar! Dando piruetas e fazendo acrobacias nunca dantes tentadas, escrevendo seu nome na história da ginástica, emocionando o Brasil. e pensar que em Junho, Daiane operou um dos joelhos!!!
Hoje eu estava assistindo o jogo de basquete feminino Brasil X Austrália, e enquanto o jogo estava no intervalo, foi mostrada uma matéria sobre o Centro Comercial Internacional na Vila Olímpica. O repórter encontrou com Daiane, e a mesma se disse “proibida” de falar com a imprensa, e não quis dar entrevista. Quando voltou a transmissão do jogo, um dos comentaristas esportivos condenou a atitude da ginasta, dizendo ser “ridículo ela não querer dar entrevista, como se fôssemos machucá-la, fazê-la sofrer”. Convenhamos, que vexame deste comentarista esportivo. A atleta tem todo o direito de não querer falar com a imprensa, 24 horas antes de sua final olímpica. Ela foi uma das atletas mais assediadas, desde que venceu a Copa do Mundo de Ginástica, e a mídia não a deixou em paz até a chegada em Athenas. A pressão em cima desta menina é enorme, como se ela tivesse obrigação de vencer a medalha de ouro. E agora vêm dizer que ela tem que dar entrevista??? Como assim!? Eu, no lugar dela, agiria da mesma forma. É lógico que proibida efetivamente de falar ela não está. Mas tem todo o direito de não querer falar, e esperar um resultado em sua competição!
É, o esporte é, literalmente, feito de sange, suor e lágrimas. Força, Brasil, força Daiane!
Ana Letícia
Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

»

  1. Anita, Participar de Olimpíadas realmente deve ser o sonho de todo atleta. Lá todo mundo é irmão, quem se lembra de outros jogos olímpicos com certeza viu depoimento de muita gente que fez amigos nos jogos. É um sonho, uma realização!Para nós, basta maravilhar com os saltos, cortadas, risos e lágrimas dos atletas… E ver nossa bandeira ser astiada… é o máximo!!!Quanto ao Brasil, ainda falta muito para se destacar. Depende de patrocínio, muito treino, etc. De qualquer forma, chegar aonde chegamos já é um grande passo para um país subdesenvolvido. Beijos, nosso blog tá show!Lú

    Curtir

  2. Ana e “meninas”: se as Olimpíadas tanto nos cativam, acendendo em nós a admiração pela competição, pela estética viva dos corpos em seu limite e pela atração irresistível do ouro olímpico, não nos esqueçamos que, a cada dia, nós vivemos a nossa Olimpíada particular: na singularidade das lutas do cotidiano, somos atletas a lutar pela sobrevivência, pelo bom-humor apesar de tudo, pelo trabalho, pelo lazer, pelo amor… Nossas medalhas são os sorrisos – os próprios e os daqueles que nos cercam. Acho que esta é mais importante do que a da Grécia, vocês não acham? Pois é aqui e agora que vencemos os 100m rasos, a corrida de obstáculos, o levantamento de peso, etc. Parabéns pelo blog.

    Curtir

  3. Olá Ana!Muito legal o seu blog, com certeza vou estar sempre visitando…Minha vida está tão corrida que não tenho tido tempo nem de conversar com as pessoas que eu gosto… Espero que tudo esteja bem, sei que preciso te ligar!beijos, BelaPS Não consegui me cadastrar com meu nome, mas sou meio burrinha para essas coisas…

    Curtir

  4. Oi Ana Letícia Ontem eu li O Sapo e a Princesinha, hoje (neste momento) acabo de ler Sangue Suor e Lágrimas, vi também as treis mineirinhas uai. Não sei qual a mais glamour, mas em um concurso, é claro o meu voto seria para minha primeira neta. Gostei muito da iniciativa de vocês, não deixem a peteca cair.Abraços do vovôIsmael.

    Curtir

  5. Isso Ana. Concordo com você ! Estes repórteres tem que ter um pouco mais de juízo em seus comentários ! Tadinha da nossa pérola negra, Daiane.Só estou conseguindo acompanhar as Olimpíadas pela Internet e aos Sábados e Domingos. Acho que o Brasil terá tido a melhor participação de todos os tempos ao final dessas Olimpíadas !Bjos !Daniel

    Curtir

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s