Entre o destino e o delírio

Padrão

Arte de rua no #Sudoeste #Brasília #DF
Os acontecimentos dos últimos dias
Semanas
Meses
Me fazem crer que existe uma força maior
Que nos guia
E nos prega algumas peças
Seria o destino?
A gente se arma de amarras
Pra quê?
Ele vem (o destino?)
e as desata
Joga no lixo
Pisa e sacrifica
Aí você para e vê quanta força
e esforço
e pressa
Foram empregados
E pensa que aquilo tudo é natural
Mas e se a gente foi programado para ser assim?
Morrer assim?
E como fugir das armadilhas
E do fogo
Que te aprisiona?
Te domina e te cerca os pensamentos
Não consigo me acostumar com a ausência
Pois a presença me olha
Acachapante
E me joga na cara a realidade
Que um dia foi
A verdade que já é
Delirantemente
Humana
Fatal
E está morrendo… de calor.

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s