Dicas (pré) natalinas

Padrão

Eu sei, ainda falta praticamente um mês para o Natal, mas nunca é cedo para nos informamos sobre como evitar gastos estratosféricos tão comuns nesta data. Além de tudo, dizem que mineiro é econômico e prevenido, e as mineiras, como boas representantes da mineirice, não costumamos perder o trem, uai!

Acontece que nessa época do ano, muitos cidadãos felizes por estarem com o décimo terceiro no bolso (o que certamente não é o meu caso) acabam torrando o que seria uma graninha bem razoável em gastos inúteis e despesas desnecessárias e começam o ano no vermelho, logo quando pipocam os abomináveis mas não adiáveis impostos (IPTU, Seguro Obrigatório, IPVA, etc.).

Por isso, economizar neste Natal pode render ótimos frutos para 2007, pois tem algo pior do que iniciar o ano novo cheio de dívidas?

Então, se prestarmos atenção, veremos que pequenos detalhes acabam por fazer muita diferença no bolso, mas quase nenhuma na alegria das festividades que imperam nessa data.

Quer ver só? Confira as dicas abaixo:

* Planejar, antes de tudo.
Sabe aquela caderneta guardada há séculos no fundo da gaveta? Pode desenterrar! Para evitar gastos desnecessários, você deve saber exatamente o que comprar, e pra isso vale usar da velha e boa listinha. Presente pra tia avó? Vai pra listinha. Cartão pro namorado? Também! E não se esqueça de acrescentar na listinha o Peru, a grande estrela onipresente do Natal. O objetivo da listinha é evitar cair na tentação de comprar coisas desnecessárias e ficar perambulando pelos corredores dos supermercados e shoppings, garantia de gastos inúteis e amargos arrependimentos.

* Pesquisar, pesquisar, pesquisar.
A dica seguinte é dar uma de Sherlock Holmes e pesquisar no maior número de lojas e supermercados possível à procura do melhor preço. Uma boa dica é pesquisar também em lojas virtuais, pois os livros, por exemplo, costumam ser até 20% mais baratos nas livrarias online, que, inclusive, costumam nem cobrar frete na época do Natal.

* O que todo mineiro sabe fazer: pechinchar!
Já decidiu a compra? Antes de pagar, não deixe de pechinchar para obter um desconto. De dez tentativas, ao menos uma terá êxito. Tente pelo menos obter um desconto para pagamento à vista, que deve ser de no mínimo 5% . Deixa disso de ter vergonha de pechinchar, pois pode fazer uma diferença enorme no final. Como a sábia vovó preguava, vergonha é roubar e não poder carregar!

* Não deixar para amanhã o que você pode (e deve) pagar hoje.
Tenha na cabeça que o objetivo final é começar o ano sem dívidas. Para isso é bom que as compras sejam feitas à vista, preferencialmente em cash (tá bom, pode ser cartão de débito). Para isso, deixe o cartão de crédito e o talão de cheques em casa para resistir às indecorosas propostas de pagamento em parcelas a perder de vista…

* Não deixar para amanhã o que você pode comprar hoje.
Você entendeu certo: o segredo é antecipar a compra. Os preços tendem a estar mais baixos no início de dezembro, quando os lojistas tentam atrair o consumidor para as compras de Natal, iniciando a campanhas publicitárias. Pode apostar, já na segunda quinzena do mês, os preços começam a subir, e atingem seu auge com a proximidade das festas, e só baixam novamente no dia 23 e 24, quando os supermercados e lojas tentam se livrar do excesso da mercadoria que não foi vendida. Mineiro (ou não) bom é aquele que não deixa nada pra última hora. Senão, tem que se contentar com os restos, o que é inadmissível!

* Prestar atenção no mercado.
Ao contrário do que todo mundo imagina, esse ano alguns produtos importados podem sair mais baratos que os nacionais. Comparados ao ano passado, os importados chegarão às prateleiras brasileiros 10% mais baratos em razão da queda do dólar. Os panetones importados, por exemplo, terão preço 6% menor que os nacionais, os vinhos e espumantes estarão 7% mais em conta. Sem falar naquele chocolatinho chique pode muito bem fazer papel de presente pra sua sogra chocólatra sem pesar na receita.

* Valorizar o Brasil.
Sempre achei que devíamos nos desprender do estereótipo europeu do Papai Noel com bota de couro até o joelho e casaco de pele rebordado em pleno verão de 42 graus. Me admira muito que as criancinhas brasileiras ainda acreditem no bom velhinho! Mas o paradigma do Natal Europeu também deve ser quebrado no que se refere à mesa natalina. Pratos gordurosos e pesados não caem bem no verão brasileiro, pois são mais adaptados ao inverno! Além disso, castanhas, nozes e avelãs são mais comuns em países europeus e, portanto, mais caros no Brasil. Assim para fugir dos gastos e tornar a ceia um pouco mais brasileira o ideal seria substituir os alimentos tipicamente europeus por frutas frescas e secas brasileiras. Que tal uma bela cesta de ameixas, pêssegos, nectarinas, pêras, e maçãs, como sobremesa?

* Pôr a mão na massa!
Cozinhe no lugar de comprar pratos prontos, que normalmente são muito mais caros! Inclusive, isso tornará a sua ceia muito mais pessoal e aconchegante, pois o sabor da comida caseira não se compara a nenhum buffet, por melhor que ele seja! E na hora de preparar a comida, não quebre a cabeça pensando em algo sofisticado ou complicado: para agradar, basta que seja preparada com carinho. Valorize sempre o seu toque pessoal na preparação do prato!

* Seguir a moda: criar, personalizar, customizar!
Quem disse que seguir a moda custa o olho da cara? Na crista da onda das maiores tendências da moda, customize o seu presente! Como assim? Criando alternativas para presentear as pessoas queridas sem gastar muito, com a vantagem de acrescentar um caráter pessoal aos seus presentes! Com certeza o presenteado se sentirá ainda mais valorizado. Nessa hora, vale tudo, quanto mais criativo melhor: crie estampas personalizadas para simples camisetas brancas (tie-die, por exemplo); aprenda a fazer trufas e monte uma linda caixinha de chocolates por um preço mínimo, etc. No meu caso, eu sempre gravo um CD para meus amigos mais próximos, com uma cartinha simpática, e tenho certeza de que todos adoram. A Ana, por sua vez, presenteia os amigos com lindos arranjos em origami! São uma beleza, vocês precisam ver!

Enfim, ainda é cedo para desejar um feliz natal para o querido leitor, mas espero que vocês tenham ótima disposição (e paciência) para preparar a festença, pois, como dizia um grande professor meu, o melhor da festa é esperar por ela!

Bela

Anúncios

Sobre Ana Letícia

@analeticia Autora do blog Mineiras, uai! desde 2004, nasceu em Belo Horizonte-MG. É advogada e sagitariana. Gosta de poesia, literatura, fotografia música boa e dança clássica, contemporânea, de salão, etc. Já quis ser bailarina, como toda menina, e até hoje fica nas pontas dos pés. Participou do Projeto Macabéa com outros escritores blogueiros do Brasil, e foi uma das editoras do Castelo do Poeta, junto com seu primo, o saudoso poeta João Lenjob.

COMENTE!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s